Translate this Page
ONLINE
1


Partilhe esta Página


Ritual de Banimento
Ritual de Banimento

O que é e para que serve um banimento?

"A primeira tarefa dum Magista em toda cerimônia é consequentemente tornar seu Círculo absolutamente impenetrável."

—Aleister Crowley

 

Um ritual deste tipo não serve somente para limpar o ambiente e afastar entidades nocivas, mas também para equilibrar as energias do próprio magista. Essencialmente, o Banimento tem três objetivos:

• O primeiro é que ele te “aquece” como uma preparação para fazer qualquer ritual, meditação, ou qualquer outra coisa, te permitindo colocar de lado qualquer “pensamento cotidiano”. Ele te permite assumir o papel de “mago”, e te colocar no centro do seu universo mágico

• Em segundo lugar, o Banimento configura o lugar onde você está trabalhando como um “lugar sagrado”, de modo que o sótão, porão, quarto ou onde quer que você esteja se torna, temporariamente, um “templo”.

• E em terceiro, um Banimento “limpa” a atmosfera da área que você está trabalhando de “restos psíquicos”. O ritual de banimento consiste também em afastar pessoas que emanam energias nocivas a um indivíduo ou local e também a destruir tais energias e pensamentos de baixa vibração.

 

Esquema básico para os rituais

• Invocação aos príncipes infernais

• Primeira invocação a Satan

• Início do ritual escolhido

 

LEMBRE-SE QUE:

  •  Todo material necessário deverá estar pronto e colocado no altar antes do ritual.
  •  a vestimenta preta será de uso obrigatório nos rituais
  •  evitar o uso de qualquer substância que altere a consciência no dia do ritual
  •  sempre que puder, fazer os rituais na madrugada de quinta para sexta-feira.

 

 

 

RITUAL DE BANIMENTO 1

 

PEGUE A VELA DEDICADA A SATAN EM SUA MÃO ESQUERDA E RECITE O BANIMENTO:

Eu, (seu nome completo), venho diante das hostes infernais pedir a sua intervenção no poder invencível de Satã para que todos os trabalhos espirituais, trabalhos energéticos negativos, sigilos, vodus, macumbas, pactos, feitiços, encantamentos, magias, invocações ou conjurações feitos contra a minha pessoa (seu nome completo), sejam a partir deste instante despotencializados, desmagnetizados, desfeitos, anulados, destruídos, desmaterializados e desenergizados, em todos os tempos, todos os espaços e em todas as dimensões.

Que sejam nesse momento desatados, desfeitos, anulados e desamarrados todos os laços que prendem a minha evolução.

Que sejam afastados da minha pessoa (seu nome completo) todas as entidades e todos os seres que de alguma forma e por qualquer motivação estejam me influenciando maleficamente, controlando ou dominando a minha vontade,

Atendam ao meu pedido posto que pertenço ao POVO de Satã e o aceitei como meu único Deus e soberano.

Que assim seja.

Que assim se faça.

 

AGUARDE ALGUNS MINUTOS, SE CONCENTRANDO. AINDA COM A VELA EM SUA MÃO, FAÇA A CONFIRMAÇÃO DO RITUAL: ( esta invocação deverá ser escrita em papel branco.

Queime papel na vela que esta em sua mão e deixe-o sobre um pires até queimar.

CONFIRMAÇÃO DO RITUAL

Satan, invoco a tua proteção e ajuda, para que eu seja aquilo que deva ser, e que minha evolução seja o reflexo dos teus caminhos em mim.

Que deseje o que seja bom para mim e que lute até a morte para alcançar meu objetivos.

Que a parceria que começamos seja um caminho constante e assim tua força seja minha força em momentos difíceis e que minha alegria seja tua alegria nos momentos de prazer.

Satan, eu te aceito de agora em diante e renuncio a todo caminho que não seja unicamente o que tu tens a oferecer. Ouve minha declaração e seja aquele que me guia sempre para felicidade.

Em seguida, a coloque a vela no lugar. Termine o ritual dizendo: Hail, Satan

 

RITUAL DE BANIMENTO - 2

 

1 -Lua minguante ou negra

2- Deverá ser feito de noite

Você irá precisar de:

  • Vela ( se puder ser preta, será melhor)
  • Incenso de arruda ou de cravo
  • Um objeto com lâmina ( se tiver um Athame beleza, se não tiver pegue uma pequena faca).   Limpe a faca com o incenso e a consagre aos Deuses do submundo, assim:

 

Oh! Deus Satan, que possui os domínios do submundo: traga sua essência à esta lâmina!

 

  • Um ovo cru e não estragado
  • Um pouquinho de sal  

 

Preparo:

1- Acenda o incenso e a vela

2- Recite com vontade, fé, visualização e determinação

3- Segure na mão esquerda o ovo e na mão direita a lâmina.

 

Conjuro:

 

"Nessa noite sagrada de Grande Poder

Eu me envolvo na imanência de Hades

E ordeno, espíritos imundos que querem Habitar minha casa, minha família, minha vida e meu corpo

Retiram-se deste lar, destas pessoas e de mim

Pelo poder da Lâmina

A tua hora findou nestes lares

Com o poder da lua e da caçadora selvagem

Pela matilha dos cães do submundo

Por todos os Deuses que venceram a morte

Por Cérbero, Aqueronte e Caronte

Eu vos expulso espíritos imundos

Por todo o poder do céu, do mar: da terra e além

Eu vos subjugo pelo meu direito legítimo sobre estes lares

Pelas asas negras de Hades

Eu vos expulso e vos impeço de se aproximarem novamente

Pelo sagrado Estige e seu juramento

Pela cruz celta e por Ankh

Pela espada, chifre, asa, tocha e cão

Pela lua e por saturno

Pelo que imponho meu poder concedido por Satan

E juro agora perante ao Mestre Soberano do Submundo que assumirei e tomarei posse do meu corpo

Só entrará na minha casa aqueles de bom coração e os convidados

Da minha família só se aproximarão os de bom coração"

 

Pós-conjuro:

 

Pegue a vela, o ovo e o sal e leve para a área externa da sua casa. Se morar em apartamento, leve para a área de serviços. No outro dia quando a vela tiver queimada, pegue os restos da vela raspando aonde ficou a parafina. Coloque os restos de parafina em um guardanapo grande ou papel toalha. Coloque o ovo dentro do papel toalha também, assim como o sal.

Embrulhe tudo e coloque em um encruzilhada. Deixe lá o papel toalha com os itens citados.

 

Observações:

O ovo representa o sacrifício. Ele na mão esquerda, que é a que absorve, prenderá as energias negativas. O ovo é rico em enxofre e o enxofre é usado tanto em banimentos como exorcismos. O ritual se baseia no seu direito legítimo sobre seu corpo, sua casa e seus familiares.