Translate this Page
ONLINE
1


Partilhe esta Página


Covardia.
Covardia.

Covarde não é simplesmente aquela pessoa que foge do perigo, como muitos assim o pensam.

De fato, podemos sinceramente dizer que é covarde um homem desarmado que, para preservar sua vida, corre de outro homem armado? Tampouco covarde é simplesmente aquele que tem medo de enfrentar as dificuldades.

Todos nós temos medo, mas alguns de nós não nos deixamos paralisar por ele.

Covarde é aquela pessoa que é controlada pelo medo. Covarde é quem se deixa dominar. Covarde é quem deixa de fazer o que é correto por medo das conseqüências.

Todos nós somos covardes às vezes. A coragem é uma qualidade custosa. Não me refiro apenas ao perigo que ela pode trazer consigo, de dano físico, econômico, psicológico ou social.

Me refiro também ao esforço que precisamos despender para exercê-la. Pois coragem sempre implica tomar atitudes e decisões. Não é fácil. Mas, se é humanamente impossível ter sempre coragem, é desprezível o ser humano que se pauta pela covardia.

Vamos ao que interessa.

Qual seria este lado covarde?

Sabe quando você inventa desculpas para não fazer o que deve ser feito e é importante para você? Aquelas horas em que você tem a chance de fazer uma coisa boa por você e você mesmo se autossabota criando coisas para se esquivar de tais propósitos?

É um dos lados do covarde que estou querendo mostrar.

Além disso temos também o lado onde você cria desculpas para se esquivar de suas fortes responsabilidades imputando o "abacaxi" para outras pessoas.

Deixe de ser um paspalho covarde, assuma suas coisas e faça direito.

E quanto as suas verdadeiras responsabilidades... você as empurra com a barriga ou passa a bola pra outrem!!! Um homem honrado jamais desvia de seu foco, de sua disciplina e de seus valores. Se este se compromete com algo, cumpre, finaliza e conclui com toda sua disposição, dando o melhor de si e não faz as coisas apenas por fazer.

Temos também outro aspecto da covardia - o conformismo.

O cara se conforma de uma forma a não buscar mudar a situação, se omite por medo, insegurança e falta de bom senso consigo mesmo, deixando as coisas como estão ao invés de mudá-las quando ele tem o poder para isso e quando é necessário.

Não seja este verme insolente inútil.

O conformismo é associado a zona de conforto, onde o mesmo tem medo do novo, tem medo de tentar coisas por insegurança, por pensamentos negativistas que tem semeado a vida toda em sua cabecinha pequena.

Um ultimo aspecto da covardia que eu gostaria de abordar aqui é o do vitimismo.

Não existe um cara mais covarde do que um vitimista.

O safado é tão medroso de um jeito que culpa tudo pelo que dá errado em sua vida.

É altamente egocêntrico e é passivo no mundo, espera que as pessoas deem aprovação sendo que este não move uma palha para fazer algo de útil às pessoas e ao mundo, e no fim, quando percebe que não tem aprovação nenhuma, começa a se quebrar e a se achar vitima de tudo.

“Muito amaldiçoados são os fracos cuja insegurança os tornam vis, pois eles servirão e sofrerão!”

O Livro Negro de Satan IV